Corregedora-Geral da DPE-TO prestigia lançamento do projeto “Corregedoria Cidadã”


Publicado em 16/08/2017 15:21

Loise Maria

A corregedora-geral da DPE-TO – Defensoria Pública do Estado do Tocantins, Irisneide Ferreira, prestigiou o lançamento do projeto “Corregedoria Cidadã”, em solenidade na manhã desta quarta-feira, 16, no Fórum de Palmas. Na ocasião, foi apresentado o trabalho da Corregedoria-Geral da Justiça, que está percorrendo todas as 42 comarcas do estado.

Durante a apresentação do projeto na Capital, o corregedor-geral da Justiça, desembargador Helvécio de Brito Maia Neto, frisou que a iniciativa busca um novo modelo da gestão contemporânea, que deve ser construído de forma participativa. "Esse novo modelo não se restringe à atividade fiscalizatória e punitiva, mas centra-se especialmente na orientação e auxílio dos magistrados e serventias judiciais no cumprimento das atividades administrativas. Esta é a primeira vez que a Corregedoria realiza visitas sem o objetivo correcional", afirmou.

A Corregedora da Defensoria concordou com o magistrado e destacou a importância do trabalho em conjunto por todos os órgãos do Judiciário. “O trabalho da Corregedoria não deve se limitar a fiscalizar, mas ele deve procurar orientar tanto o Servidor quanto o Defensor. O serviço da Defensoria assim como do Judiciário é essencial e quando trabalhamos em conjunto ele ajuda a melhorar muito o desenvolvimento dos nossos serviços. Eu tenho procurado nas minhas correições um diálogo maior com os juízes, mas a minha intenção não é buscar informações sobre o trabalho do Defensor porque isso eu já sei, é procurar a interação institucional, e isso é essencial”, disse a Defensora Pública.


Autoridades

Além da corregedora-geral da DPE-TO, prestigiaram a apresentação do Corregedoria Cidadã na Capital o presidente do Tribunal de Justiça do Tocantins, desembargador Eurípedes Lamounier, a presidente da Associação dos Magistrados do Tocantins, juíza Julianne Marques, a diretora do Foro de Palmas, juíza Flávia Afini Bovo, magistrados e servidores da comarca de Palmas.


Projeto

O Projeto Corregedoria Cidadã busca conhecer, de perto, a realidade local de cada comarca. A partir do diagnóstico dos desafios e problemas enfrentados, soluções são propostas em um debate aberto e direto com servidores das serventias judiciais, extrajudiciais, magistrados, representantes do Ministério Público, Defensoria Pública e Ordem dos Advogados do Brasil - seccional Tocantins. O objetivo final é elaborar um planejamento estratégico da Corregedoria-Geral da Justiça para os próximos quatro anos.


Autor(a): Cinthia Abreu com informações da ascom TJ-TO


Tags: TJ, Irisneide, corregedoria cidada, DPE, Corregedora

 

Photo

Foto : Loise Maria

Photo

Foto : Loise Maria

Photo

Foto : Loise Maria

Photo

Foto : Loise Maria

Photo

Foto : Loise Maria

Photo

Foto : Loise Maria