Sistema de eleição da Defensoria Pública é modelo para São Paulo


Publicado em 19/10/2017 12:36

Loise Maria

A Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO) tem sido referência para várias instituições, considerada uma das melhores do País. Tal reconhecimento é fruto de um esforço conjunto entre Membros e Servidores, que desenvolvem estratégias e ferramentas para melhor atender ao Assistido. Na área de Tecnologia de Informação, por exemplo, diversos estados já visitaram a instituição para conhecer os mais diversos sistemas.

Nesta quinta-feira, 19, a Instituição recebe a visita de representantes da Defensoria Pública de São Paulo, a defensora pública Patrícia Lucíola Dias Morais (corregedora assistente) e o analista de sistemas Gustavo Lima de Carvalho (agente de Defensoria). Eles vieram ao Estado para conhecer o sistema de eleição da DPE-TO, além de conhecer a estrutura da instituição e detalhes sobre gestão e atendimento.

Desenvolvido pela equipe de Tecnologia de Informação da Defensoria Pública, o sistema eletrônico de eleição da DPE-TO é referência no País, sendo que boa parte das instituições ainda trabalha de forma manual, como em São Paulo. “Apesar de a Defensoria Pública do Tocantins ser quase oito vezes maior que o Tocantins, o Tocantins tem um Know-hall muito à frente quanto ao sistema de eleição, já que nós ainda trabalhamos de forma manual. Fiquei muito impressionada com esse trabalho e a ideia é levar esta plataforma para o nosso Estado”, considera Patrícia.

A Defensora de São Paulo acompanha, durante todo o dia, o trabalho da equipe de Comissão Eleitoral, e nesta sexta-feira, 20, o processo eleitoral para dois novos membros do Conselho Superior.

O contato dentre as Defensorias Públicas foi feito através da corregedora-geral da Defensoria Pública do Tocantins, Irisneide Ferreira, com a corregedora-geral de São Paulo, Ana Paula Kaiomari, na reunião do Colégio Nacional de Corregedores. Na ocasião, a Corregedora do Tocantins falou sobre o sistema eletrônico no Tocantins, onde os Defensores não precisam sair de suas comarcas para a votação.


Histórico

O sistema eletrônico de votação foi implantado na Defensoria Pública do Tocantins no ano de 2015. Por meio de uma plataforma criada pela equipe de Tecnologia da Informação da Instituição, os Defensores votam pela internet, por meio de acesso em sistema com login e senha pessoais, intransferíveis e irrestritos.

De acordo com o diretor de Tecnologia de Informação (TI) da DPE-TO, Luiz Philipe Azevedo Dias, o sistema de votação eletrônica foi criado para agilizar e otimizar o processo de votação das eleições de Conselheiros e de Defensor Público Geral. “A ideia é alcançar o maior número possível de votantes ou até mesmo a sua totalidade, permitindo que os Membros da DPE-TO votassem sem precisar se deslocar até a sede administrativa da Defensoria e sem ter que suspender as suas atividades diárias, sem deixar de lado a segurança, integridade e continuidade do sistema, garantindo a legitimidade dos votos e da eleição.” De acordo com o Diretor, dentre as principais vantagens do sistema se destacam a segurança e a agilidade, pois com ele é possível saber o resultado da apuração com um prazo de cerca de dez minutos depois do encerramento da eleição.


Eleição

A eleição para novos membros do Conselho Superior da Defensoria Pública será realizada nesta sexta-feira, 20, das 9h às 17 horas.


Autor(a): Cinthia Abreu



 

Photo

Foto : Loise Maria

Photo

Foto : Loise Maria