Notícias

 

O projeto “Socioeducar: Unidos para Vencer”, de iniciativa da DPE-TO – Defensoria Pública do Tocantins, inaugura mais uma etapa do projeto com a conclusão da reforma da capela da unidade. A inauguração do novo espaço aconteceu na terça-feira, 18, com um culto religioso para os adolescentes que interessaram em participar da atividade. Por meio de uma parceria com instituições religiosas de diferentes denominações, os adolescentes que desejarem poderão ter uma assistência religiosa, se assim desejarem. De acordo com a coordenadora do Projeto, a defensora pública Maria do Carmo Cota, o objetivo é fazer com que os socioeducandos tenham um espaço exclusivo para realizar preces e participar de cultos, independentemente de sua denominação religiosa. Após a revitalização completada, a capela recebeu os adolescentes da unidade com um momento de adoração da Igreja Universal do Reino de Deus, um... leia mais >>

 

 

O Case – Centro de Atendimento Socioeducativo de Palmas conta atualmente com 33 adolescentes internos. Desde a implantação do projeto “Socioeducar Unidos para Vencer”, realizado pela DPE-TO – Defensoria Pública do Estado do Tocantins e parceiros, a rotina dos adolescentes mudou, ganhando mais dinâmica e qualidade de vida. Uma iniciativa da defensora pública Maria do Carmo Cota, o projeto foi implantado há um ano e trabalha uma revitalização no centro socioeducativo com reforma dos blocos, reativação da piscina e implantação de aulas de música, prática de esportes, horta comunitária e eventos de lazer. Na tarde desta terça-feira, 16, mais uma etapa do projeto foi cumprida, com o lançamento do “Cine Arte”. Na ocasião, os adolescentes assistiram ao filme “Uma Lição de Vida”, do diretor britânico Justin Chadwick. Uma emocionante narrativa de superação baseada em uma história real, o longa... leia mais >>

 

 

O projeto “Socioeducar Unidos para Vencer” recebeu nesta quarta-feira, 15, dois novos parceiros: a Escolinha Comunitária do 6º Batalhão da Polícia Militar e o Centro Apostólico Rio Manancial.  Ambos vão desenvolver atividades com os adolescentes do CASE – Centro Socioeducativo de Palmas e no CEIP– Centro de Internação Provisória de Palmas. Os representantes das instituições estiveram na sede da DPE-TO – Defensoria Pública do Estado do Tocantins, para discutir como será realizado o trabalho.Segundo o Tenente Walber Pereira Lima, a Escolinha atende hoje quase 700 crianças e adolescentes na região sul de Palmas com aulas de música, atividades esportivas e palestras. A ideia é levar para dentro do CASE e do CEIP aulas de violão e teclado, e outros instrumentos que a instituição já possui e que estavam sem utilização. “Essa oportunidade de fazer uma parceria com a Defensoria, q... leia mais >>

 

Adolescentes serão beneficiados com 13 cursos no Case


O lançamento dos cursos foi feito nesta sexta-feira, 03, e as aulas começam no próximo dia 14.

Publicado em 03/02/2017 17:28

 

Uma série de cursos sobre competências transversais será oferecida no Case – Centro de Atendimento Socioeducativo de Palmas, por meio de uma parceira entre a DPE-TO – Defensoria Pública do Estado do Tocantins e Senai - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, juntamente com as Secretarias Estaduais de Cidadania e Justiça e de Educação. A ação integra o projeto “Socioeducar Unidos para Vencer” e beneficiará cerca de 50 adolescentes com 13 cursos. “É bom fazer os cursos para quando sair daqui tá preparado pra trabalhar”, destaca o adolescente R.A.F., 17 anos. O lançamento dos cursos foi feito nesta sexta-feira, 03, e as aulas começam no próximo dia 14. “Quero que vocês saiam daqui com esses diplomas nas mãos e digam ‘eu fiz, eu posso’, quando estiverem em busca de trabalho”, incentivou a coordenadora do Nudeca – Núcleo Especializado de Defesa da Criança e do Adolescente, ... leia mais >>

 

Adolescentes do Case visitam a Defensoria e entregam frutos colhidos na horta


Projeto foi iniciativa da Defensoria Pública do Tocantins e conta com o apoio de vários parceiros

Publicado em 30/01/2017 10:29

 

Os adolescentes L.F. e R.N.S.M., ambos de 17 anos, estiveram na sede da DPE-TO – Defensoria Pública do Estado do Tocantins, em Palmas, na tarde de sexta-feira, 27, para agradecer a parceria da Instituição e entregar alguns dos resultados do projeto “Socioeducar Unidos para Vencer”. Eles trouxeram milho e abóbora, que foram plantados na horta e na roça comunitária do Case – Centro de Atendimento Socioeducativo da Capital. A entrega foi feita ao defensor público-geral, Murilo da Costa Machado e à coordenadora do NUDECA – Núcleo de Defesa da Criança e do Adolescente, defensora pública Maria do Carmo Cota. L.F. e R.N.S.M estiveram na Defensoria acompanhados do coordenador do Case, Eduardo Tavares, e do chefe de segurança, Clauderlei Oliveira Leite, que estão muito satisfeitos com os resultados do projeto. Segundo eles o clima dentro do Case melhorou e, depois das atividades im... leia mais >>

 

Adolescentes comemoram colheitas realizadas na horta do Case de Palmas


Projeto foi uma iniciativa da Defensoria Pública do Tocantins

Publicado em 26/01/2017 17:18

 

Os adolescentes que cumprem medidas no Case – Centro de Atendimento Socioeducativo de Palmas comemoram as primeiras colheitas da horta e da roça comunitária. As mudas de milho, mandioca, melancia, alface, couve, coentro, cebolinha, abóbora, rúcula plantadas em novembro de 2016 pelos adolescentes já deram frutos e passaram a integrar também o cardápio de refeições diárias da Unidade. “Colhemos meio mundo de alface, milho e têm os amendoins plantados ali atrás para colher também”, conta com orgulho o adolescente R.N.S.M., 17 anos, que todos os dias trabalha na horta. “É muito bom, planto e colho, mexo com tudo. Como eu tô trabalhando todo dia aqui na horta, além de trabalhar eu ainda passo o tempo e ajuda a sair mais rápido, para recomeçar lá fora. A gente distrai também, quando não tinha a horta os meninos fica ali dentro só pensando outras coisas, agora que tem a gente t... leia mais >>

 

 

A Prefeitura de Palmas, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (Seder), está desenvolvendo o projeto de horta comunitária nas dependências do  Centro de Atendimento Socioeducativo de Palmas (Case). A “menina dos olhos” dos socioeducandos é o projeto Socioeducar Unidos para Vencer, que envolve cerca de 36  internos  do Case e do Centro de Internação Provisória, que em dois turnos  preparam a terra e o plantio de hortaliças em uma área de aproximadamente 5 mil m². O projeto envolve diretamente o corpo docente da Escola Estadual Mundo Sócio do Saber do Case e foi idealizado pela Defensora pública Maria do Carmo Cota,  que é coordenadora do Núcleo de Promoção e Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Nudeca). Para Maria do Carmo, o trabalho comunitário na horta faz com que os socioeducandos se sintam produtivos e menos ociosos. “E uma oportunidade de estarem menos ocioso... leia mais >>

 

Diálogo marca criação de grupo de trabalho em favor do Sistema Socioeducativo


Grupo de trabalho estabeleceu agenda prioritária de medidas para fortalecimento do Sistema Socioeducativo.

Publicado em 17/10/2016 10:10

 

Após o ocorrido no começo da noite de quarta-feira, 12, quando cinco adolescentes cumpridores de medidas socioeducativas no Centro de Internação Provisória de Palmas (Ceip Central) fugiram da unidade após renderem os servidores, uma reunião foi realizada entre os órgãos que compõe o Sistema de Justiça: a Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça, Juizado da Infância e da Juventude, Defensoria Pública Estadual do Tocantins e Ministério Público Estadual, para discutir melhorias na gestão do Sistema Socioeducativo.Isso resultou na criação de um grupo de trabalho que estabeleceu uma agenda prioritária de medidas de fortalecimento do Sistema Socioeducativo, em especial quanto à segurança nas unidades e a readaptação dos adolescentes. Além da própria criação do grupo de trabalho, tendo como membros essas instituições, será instaurado um processo para aquisição de aparelhos de ... leia mais >>

 

 

O Case – Centro de Atendimento Socioeducativo foi pauta de encontro na tarde de segunda-feira, 8, na Sala do Conselho Superior da DPE-TO – Defensoria Pública do Estado do Tocantins, em Palmas. A reunião contou com a presença da defensora pública Maria do Carmo Cota, coordenadora do Nudeca – Núcleo Especializado dos Direitos da Criança e Adolescente, do analista jurídico Renato Augusto, e de representes do Cedeca Glória de Ivone  – Centro de Defesa da Criança e do Adolescente, a presidente Mônica Brito e as assistentes sociais Luzia Kássia e Elisabeth Siqueira. Nova coordenadora do Nudeca, a Defensora Pública considera que a reunião foi importante para que ela pudesse se ambientar melhor sobre as irregularidades e atuais condições do local. Desta forma, foram relatadas pela equipe do Cedeca deficiências quanto à infraestrutura, atendimento aos reeducandos e familiares. “Não houve avan... leia mais >>

 

Reportagem sobre a situação do CASE


Jornal Anhanguera 2ª Edição - 15.06.2016

Publicado em 17/06/2016 12:05

 

Entrevista defensor público Élson Stecca sobre a situação do CASE de Palmas


Bom Dia Tocantins 15.06.2016

Publicado em 17/06/2016 11:56

 

Nudeca pede execução de multa pelo não cumprimento de reforma do Case


Prazo para realização de obras era de 90 dias e já encerrou. Mas o local continua com os mesmos problemas.

Publicado em 16/06/2016 12:23

 

O NUDECA – Núcleo Especializado de Promoção e Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente da DPE-TO – Defensoria Pública do Estado do Tocantins pediu a imediata execução do cumprimento da multa diária estabelecida no TAC – Termo de Ajustamento de Conduta assinado em março passado, onde o Estado do Tocantins se comprometia a realizar, num prazo de 90 dias, a reforma do Case – Centro de Atendimento Socioeducativo de Palmas.Em vistoria realizada no na terça-feira, 13, o coordenador do Nudeca, defensor público Élson Stecca, constatou que, mesmo com o prazo já vencido, a reforma não foi concluída. As obras no bloco A sequer foram iniciadas, sendo que os adolescentes estão internados em alojamentos de forma precária, afetando o princípio da dignidade humana. Já a reforma no bloco B foi iniciada, no entanto, não tem nenhuma previsão do término, prejudicando assim os adolescen... leia mais >>

 

 

No dia 9 de março deste ano, foi assinado um TAC - Termo de Ajustamento de Conduta para que fossem realizadas reformas de infraestrutura no Case – Centro de Atendimento Socioeducativo de Palmas. Porém, passados os 90 dias instituídos no Termo, o acordo não foi cumprido.Diante disso, o Nudeca - Núcleo de Promoção e Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente da DPE-TO - Defensoria Pública do Estado do Tocantins, realizou na manhã desta terça-feira, 14, uma vistoria no Case. O objetivo foi o de verificar o acompanhamento processual dos adolescentes, e ainda as necessidades e deficiências estruturais do local. A reforma prometida pelo Estado para ser concluída em 90 dias foi apenas iniciada, mas não concluída. O que verificou-se foi o início de uma obra nos fundos do Centro Educativo, porém, os blocos – espaço que abriga os adolescentes – ainda não entrou em reforma. Neste período de... leia mais >>