Congresso Brasileiro de Atuação Interdisciplinar conta com representantes da DPE-TO


Publicado em 05/12/2017 16:06

Divulgação

Em sua segunda edição, o Congresso Brasileiro de Atuação Interdisciplinar nas Defensorias Públicas reuniu cerca de 400 profissionais de diferentes áreas para debater e compartilhar conhecimentos acerca da atuação interdisciplinar no trabalho da instituição. O evento foi realizado nos dias 29 e 30 de novembro, em São Paulo, e teve como tema os “Caminhos Extrajudiciais, Judiciais e Intersetoriais para o Acesso à Justiça”.

A Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO) foi representada pela psicóloga Dayelly Borges do Nascimento, pela assistente social Fernanda Cristina da Silva Campelo e pela pedagoga Elizete Soares da Silva, todas com atuação na Equipe  Multidisciplinar da Instituição. Na oportunidade, as profissionais participaram da mesa “Panorama de práticas interdisciplinares em Defensorias Públicas Estaduais de todas as regiões do país”, onde compartilharam com os participantes as vivências e práticas de trabalho desenvolvidas no Estado, assim como o relato de casos.

Além de mesas de debates, o II Congresso contou com conferências e apresentações de trabalhos, passando por temas como atuação extrajudicial e acesso à justiça, trabalho interdisciplinar na área sociojurídica, políticas públicas, populações oprimidas, diversidade e relações de gênero, segmentos vulneráveis, saúde mental, território e movimentos sociais, entre outros.

O evento contou com a presença de representantes dos estados de São Paulo, Mato Grosso, Bahia, Distrito Federal, Maranhão, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Roraima.


Congresso

O Congresso é organizado pela Defensoria Pública do Estado de São Paulo, por intermédio do Grupo de Apoio Interdisciplinar das Assessorias Cível e Criminal, com apoio da Escola da Defensoria Pública do Estado de São Paulo, bem como das Escolas de Defensoria dos demais Estados e do Colégio Nacional de Defensores Públicos-Gerais (Condege). A atividade é voltada a assistentes sociais, defensoras/es públicas/os, psicólogas/os, pedagogas/os, sociólogas/os e profissionais de outros campos do saber que atuam nas Defensorias Públicas Estaduais e da União, Ministérios Públicos, Tribunais de Justiça, Fundação CASA e outros órgãos e instituições da área sociojurídica, bem como estudantes, estagiárias/os e pesquisadoras/es das áreas, que podem participar como ouvintes e/ou com apresentação de trabalho.

A primeira edição do Congresso aconteceu em 2015, também em São Paulo, com a participação de aproximadamente 330 pessoas, envolvendo profissionais das Defensorias Públicas de 13 diferentes estados, bem como pesquisadoras/es e profissionais que atuam em outras instituições. Do Tocantins, foram sete participantes, das áreas de psicologia, serviço social, pedagogia e jornalismo, com apresentação de sete trabalhos temáticos. (Com informações da Escola Superior da Defensoria Pública de São Paulo).

Texto: Rose Dayanne Santana 




Tags: Congresso Interdisciplinar, Sao Paulo, Equipe Multidisciplinar

 

Photo

Foto : Divulgação

Photo

Foto : Divulgação

Photo

Foto : Divulgação